Inquérito

Crie seu próprio questionário de feedback de usuário

terça-feira, agosto 31, 2010

Igreja de Santa Eufémia


Igreja de Santa Eufémia
Originally uploaded by VRfoto.

OURENSE (Espanha): Igreja de Santa Eufémia.
Igreja do antigo convento jesuítico. A sua construção iniciou-se em meados do século XVII, tendo a sua fachada barroca sido construída um século depois. A sua planta é em cruz latina com três naves.
O Cristo da Esperança preside no centro do altar.

A leiteira


A leiteira
Originally uploaded by VRfoto.

OURENSE (Espanha): monumento à leiteira, obra de Ramón Conde.

segunda-feira, agosto 30, 2010

Calle del Paseo


Calle del Paseo
Originally uploaded by VRfoto.

OURENSE (Espanha): Calle del Paseo.

Edifício Viacambre


Edifício Viacambre
Originally uploaded by VRfoto.

OURENSE (Espanha): Edifício Viacambre na rua do "Paseo".

Palácio Episcopal de Astorga


Palácio Episcopal de Astorga
Originally uploaded by VRfoto.

ASTORGA (Espanha):Palácio Episcopal de Astorga.

Após a destruição, por um incêndio, do antigo palácio, o bispo de Astorga, Juan Bautista Grau i Vallespinós, incumbiu Gaudí, em 1887, de desenhar um novo palácio episcopal. Apesar de Gaudí estar muito ocupado com os projectos da Sagrada Família e o Palácio Güell, e não poder deslocar-se ao local para estudar o terreno, solicitou fotografias e detalhes do local para o orientar na concepção do aspecto exterior da obra. Apesar do entusiasmo do bispo, o seu projecto foi recebido com algumas reservas pela Academia de São Fernando de Barcelona, cujo consentimento era necessário para a construção. O seu plano baseou-se no estilo neogótico propagado por Viollet-le-Duc. Para a fachada exterior Gaudí utilizou, pela primeira vez, granito branco. Para Gaudí este material tinha uma função espiritual, devia representar o branco das vestes episcopais. No projecto original o telhado deveria ser igualmente branco. Todavia, após a morte do bispo, a administração diocesana não revelou qualquer interesse pelos planos de Gaudí. Os arquitectos seguintes afastaram-se dos desenhos de Gaudí, o que provocou alguns desmoronamentos.
As obras foram abandonadas durante algum tempo. Durante a Guerra Civil, o edifício serviu de quartel da Falange. Em 1956, o bispo Julià Castelltort - de novo um catalão em cena – iniciou obras de restauro para converter novamente o edifício em residência episcopal, coisa que não chegou a acontecer devido, mais uma vez, ao falecimento do bispo antes das obras estarem concluídas. O novo bispo, Marcelo González Martín, renunciou finalmente à função episcopal e promoveu a conversão ao que é actualmente o palácio, o Museu dos Caminhos, dedicado ao Caminho de Santiago.

Fontes:
"Gaudí - Obra Arquitectónica Completa", Rainer Zerbst
es.wikipedia.org/

sábado, agosto 28, 2010

Wasp in the flower...


Wasp in the flower...
Originally uploaded by VRfoto.

Wasp in the flower...

Igreja de São Bartolomeu (Matriz de Baião)


Igreja de São Bartolomeu (Matriz de Baião)
Originally uploaded by VRfoto.

BAIÃO (Portugal): Igreja de São Bartolomeu (Matriz de Baião).

Trata-se de um edifício de construção recente, mas inspirado na morfologia habitual das igrejas oitocentistas da região. A frontaria é rematada em empena e delimitada por cunhais pilastras rematadas superiormente por capitel em dupla cornija. De um e outro lado do portal abrem-se janelas rectangulares. Adossada ao flanco esquerdo do corpo, e um pouco recuada em relação ao plano da entrada, ergue-se a torre sineira, bastante alta, rematada em coruchéu de secção circular.

Fonte: Portugal Património, Álvaro Almeida; Duarte Belo

Capela


Capela
Originally uploaded by VRfoto.

BAIÃO (Portugal)

quinta-feira, agosto 26, 2010

domingo, agosto 22, 2010

Esplanada


Esplanada
Originally uploaded by VRfoto.

SANTO TIRSO (Portugal)

Escultura de A-Sun Wu


Escultura de A-Sun Wu
Originally uploaded by VRfoto.

SANTO TIRSO (Portugal): Escultura de A-Sun Wu.

Museu Internacional de Escultura Contemporânea

Santo Tirso recebe de dois em dois anos, cinco escultores de renome para o Simpósio Internacional de Escultura que criam, para o concelho, obras de arte que se vão juntar às já existentes, colocadas em vários locais da cidade. Elaboradas a partir dos mais diversos materiais – como o granito, típico da região, ou aço, mármore ou ferro –, as esculturas inserem-se numa exposição permanente ao ar livre que, até 2009, integrará 50 obras de arte inéditas, proporcionando a fruição pública das obras, que transformam os verdes espaços comuns de Santo Tirso em tertúlias de comunicação, nas quais se estabelece uma relação privilegiada e íntima entre a escultura, o meio e os seu público. Este pode ser o ponto de partida para um passeio pela actualidade de Santo Tirso.Promovido pela Câmara Municipal de Santo Tirso, sob direcção artística nacional de Alberto Carneiro e internacional de Gérard Xuriguera, o Museu Internacional de Escultura Contemporânea (MIEC) de Santo Tirso conta para já com 39 das 60 esculturas previstas.

Fonte: Câmara Municipal de Santo Tirso

Mosteiro de Santo Tirso


Mosteiro de Santo Tirso
Originally uploaded by VRfoto.

SANTO TIRSO (Portugal): Igreja do Mosteiro de São Bento ou Santo Tirso.

Fundado no século VIII, este mosteiro foi reconstruído no século XIII, fruto do empenho de Martim Gil de Sousa. Dessa época conserva o claustro gótico, do tipo clunicense, com arcaria ogival de capitéis abundantemente ornamentados. A igreja, edificada no século XVII, projectada por Frei João Turriano, sobre uma planta de cruz latina, é precedida por um nartex (a zona de entrada do templo), com três arcos encimados por nichos com imagens e janelas. Possui duas torres sineiras bastante recuadas rematadas por coruchéus.
Quanto ao edifício do mosteiro, propriamente dito, ele apresenta a cerca e o cruzeiro processional e a frontaria enquadra-se no barroco bracarense, com brasão aposto no pórtico.

sexta-feira, agosto 20, 2010

Interior da Igreja do Mosteiro de S. Bento 01


Interior da Igreja do Mosteiro de S. Bento 01
Originally uploaded by VRfoto.

SANTO TIRSO (Portugal): Interior da Igreja do Mosteiro de S. Bento.
Transpondo a entrada rasgada no alçado principal de frontão triangular com janelão tripartido e pináculos arredondados sobre as aresta e ladeado por duas torre sineiras terminadas em cúpula piramidal forrada a azulejo, acede-se à nave única coberta por ampla abóbada.
A par dos dois retábulos de talha setecentista, das imagens de madeira colocadas nos altares laterais, dos púlpitos da segunda metade do século XVIII e dos altares e capelas do transepto, destaca-se, no interior, a capela-mor com retábulo de talha de finais de seiscentos, ostentando imagens de S. Bento e de Sta. Escolástica, sendo iluminada por seis janelões sulcados na sua parede.

Interior da Igreja do Mosteiro de S. Bento


Interior da Igreja do Mosteiro de S. Bento
Originally uploaded by VRfoto.

SANTO TIRSO (Portugal): Interior da Igreja do Mosteiro de S. Bento.
Transpondo a entrada rasgada no alçado principal de frontão triangular com janelão tripartido e pináculos arredondados sobre as aresta e ladeado por duas torre sineiras terminadas em cúpula piramidal forrada a azulejo, acede-se à nave única coberta por ampla abóbada.
A par dos dois retábulos de talha setecentista, das imagens de madeira colocadas nos altares laterais, dos púlpitos da segunda metade do século XVIII e dos altares e capelas do transepto, destaca-se, no interior, a capela-mor com retábulo de talha de finais de seiscentos, ostentando imagens de S. Bento e de Sta. Escolástica, sendo iluminada por seis janelões sulcados na sua parede.

quinta-feira, agosto 19, 2010

Gothic faces


Gothic faces
Originally uploaded by VRfoto.

SANTO TIRSO (Portugal): Capitel do claustro do Mosteiro de Santo Tirso.

Este claustro revela semelhanças com o da Igreja de São Domingos de Guimarães. Os capitéis são profusamente lavrados com motivos geométricos, antropomórficos, quiméricos, zoomórficos e vegetalistas.

Capitel do claustro do Mosteiro de Santo Tirso b/w


Capitel do claustro do Mosteiro de Santo Tirso b/w
Originally uploaded by VRfoto.

SANTO TIRSO (Portugal): Capitel do claustro do Mosteiro de Santo Tirso.

Este claustro revela semelhanças com o da Igreja de São Domingos de Guimarães. Os capitéis são profusamente lavrados com motivos geométricos, antropomórficos, quiméricos, zoomórficos e vegetalistas.

Claustro do Mosteiro de Santo Tirso (b/w)


Claustro do Mosteiro de Santo Tirso (b/w)
Originally uploaded by VRfoto.

SANTO TIRSO (Portugal): Claustro gótico do Mosteiro de Santo Tirso.

Claustro gótico, de planta quadrada e dois pisos, sendo o primeiro de arcaria assente em colunas duplas e pilar ao centro da ala e o segundo fechado. Ao nível térreo, a arcaria ogival que o percorre é apoiada em colunas geminadas com capitéis profusamente lavrados com motivos geométricos, antropomórficos, quiméricos, zoomórficos e vegetalistas.

quarta-feira, agosto 18, 2010

Capitel do claustro do Mosteiro de Santo Tirso 03


Capitel do claustro do Mosteiro de Santo Tirso 03
Originally uploaded by VRfoto.

SANTO TIRSO (Portugal): Capitel do claustro do Mosteiro de Santo Tirso.

Este claustro revela semelhanças com o da Igreja de São Domingos de Guimarães. Os capitéis são profusamente lavrados com motivos geométricos, antropomórficos, quiméricos, zoomórficos e vegetalistas.

Capitel do claustro do Mosteiro de Santo Tirso 02


Capitel do claustro do Mosteiro de Santo Tirso 02
Originally uploaded by VRfoto.

SANTO TIRSO (Portugal): Capitel do claustro do Mosteiro de Santo Tirso.

Este claustro revela semelhanças com o da Igreja de São Domingos de Guimarães. Os capitéis são profusamente lavrados com motivos geométricos, antropomórficos, quiméricos, zoomórficos e vegetalistas.

Capitel do claustro do Mosteiro de Santo Tirso 01


Capitel do claustro do Mosteiro de Santo Tirso 01
Originally uploaded by VRfoto.

SANTO TIRSO (Portugal): Capitel do claustro do Mosteiro de Santo Tirso.

Este claustro revela semelhanças com o da Igreja de São Domingos de Guimarães. Os capitéis são profusamente lavrados com motivos geométricos, antropomórficos, quiméricos, zoomórficos e vegetalistas.

terça-feira, agosto 17, 2010

Capitel do claustro do Mosteiro de Santo Tirso


Capitel do claustro do Mosteiro de Santo Tirso
Originally uploaded by VRfoto.

SANTO TIRSO (Portugal): Capitel do claustro do Mosteiro de Santo Tirso.

Este claustro revela semelhanças com o da Igreja de São Domingos de Guimarães. Os capitéis são profusamente lavrados com motivos geométricos, antropomórficos, quiméricos, zoomórficos e vegetalistas.

ClusterShot

Fonte do claustro


Fonte do claustro
Originally uploaded by VRfoto.

SANTO TIRSO (Portugal): Fonte do claustro do Mosteiro de São Bento.

A fonte, no centro do claustro, é do século XVI. O tanque é polibolado com duas taças sobrepostas.

ClusterShot

Claustro gótico do Mosteiro de Santo Tirso 01


Claustro gótico do Mosteiro de Santo Tirso 01
Originally uploaded by VRfoto.

SANTO TIRSO (Portugal): Claustro gótico do Mosteiro de Santo Tirso.

Claustro gótico, de planta quadrada e dois pisos, sendo o primeiro de arcaria assente em colunas duplas e pilar ao centro da ala e o segundo fechado. Ao nível térreo, a arcaria ogival que o percorre é apoiada em colunas geminadas com capitéis profusamente lavrados com motivos geométricos, antropomórficos, quiméricos, zoomórficos e vegetalistas.

segunda-feira, agosto 16, 2010

Claustro gótico do Mosteiro de Santo Tirso


Claustro gótico do Mosteiro de Santo Tirso
Originally uploaded by VRfoto.

SANTO TIRSO (Portugal): Claustro gótico do Mosteiro de Santo Tirso.

Claustro gótico, de planta quadrada e dois pisos, sendo o primeiro de arcaria assente em colunas duplas e pilar ao centro da ala e o segundo fechado. Ao nível térreo, a arcaria ogival que o percorre é apoiada em colunas geminadas com capitéis profusamente lavrados com motivos geométricos, antropomórficos, quiméricos, zoomórficos e vegetalistas.

ClusterShot

Porta Branca


Porta Branca
Originally uploaded by VRfoto.

SANTO TIRSO (Portugal): "Porta Branca" do Mosteiro de Santo Tirso.

Na secção anexa ao templo abre-se a chamada «Porta Branca», uma magnífica entrada conventual. Seguindo um desenho complexo, próximo do barroco final, é ladeada por volutas e colunas e encimada por um largo entablamento com o escudo da Ordem de São Bento ao centro.

Fonte: Portugal Património; Álvaro Almeida e Duarte Belo

ClusterShot

domingo, agosto 15, 2010

Igreja do Mosteiro de São Bento ou Santo Tirso


Igreja do Mosteiro de São Bento ou Santo Tirso
Originally uploaded by VRfoto.

SANTO TIRSO (Portugal): Igreja do Mosteiro de São Bento ou Santo Tirso.

Fundado no século VIII, este mosteiro foi reconstruído no século XIII, fruto do empenho de Martim Gil de Sousa. Dessa época conserva o claustro gótico, do tipo clunicense, com arcaria ogival de capitéis abundantemente ornamentados. A igreja, edificada no século XVII, projectada por Frei João Turriano, sobre uma planta de cruz latina, é precedida por um nartex (a zona de entrada do templo), com três arcos encimados por nichos com imagens e janelas. Possui duas torres sineiras bastante recuadas rematadas por coruchéus.

ClusterShot

Cruzeiro processional do Mosteiro de Santo Tirso


Cruzeiro processional do Mosteiro de Santo Tirso
Originally uploaded by VRfoto.

SANTO TIRSO (Portugal): Cruzeiro processional do Mosteiro de São Bento ou Santo Tirso.

ClusterShot

Mosteiro de Santo Tirso


Mosteiro de Santo Tirso
Originally uploaded by VRfoto.

SANTO TIRSO (Portugal): Igreja do Mosteiro de São Bento ou Santo Tirso.

Fundado no século VIII, este mosteiro foi reconstruído no século XIII, fruto do empenho de Martim Gil de Sousa. Dessa época conserva o claustro gótico, do tipo clunicense, com arcaria ogival de capitéis abundantemente ornamentados. A igreja, edificada no século XVII, projectada por Frei João Turriano, sobre uma planta de cruz latina, é precedida por um nartex (a zona de entrada do templo), com três arcos encimados por nichos com imagens e janelas. Possui duas torres sineiras bastante recuadas rematadas por coruchéus.
Quanto ao edifício do mosteiro, propriamente dito, ele apresenta a cerca e o cruzeiro processional e a frontaria enquadra-se no barroco bracarense, com brasão aposto no pórtico.

ClusterShot

sábado, agosto 14, 2010

Interior do Museu do Abade Pedrosa


Interior do Museu do Abade Pedrosa
Originally uploaded by VRfoto.

SANTO TIRSO (Portugal): Interior do Museu do Abade Pedrosa.

Instalado no antigo edifício dos Paços do Concelho, contíguo ao Mosteiro de S. Bento, foi aberto ao público em 1989. O seu recheio tem origem na colecção de objectos arqueológicos reunida pelo padre Joaquim da Fonseca Pedrosa, falecido em 1920, a que foram acrescentadas outras peças representativas do património arqueológico da região, desde a pré-história até ao período romano.

Fonte: Portugal Património; Álvaro Almeida e Duarte Belo

portugal-imagens.blogspot.com/

Brasão da Ordem de S. Bento


Brasão da Ordem de S. Bento
Originally uploaded by VRfoto.

SANTO TIRSO (Portugal): Brasão da Ordem de S. Bento.

ClusterShot

Museu do Abade Pedrosa


Museu do Abade Pedrosa
Originally uploaded by VRfoto.

SANTO TIRSO (Portugal): Museu do Abade Pedrosa.

Instalado no antigo edifício dos Paços do Concelho, contíguo ao Mosteiro de S. Bento, foi aberto ao público em 1989. O seu recheio tem origem na colecção de objectos arqueológicos reunida pelo padre Joaquim da Fonseca Pedrosa, falecido em 1920, a que foram acrescentadas outras peças representativas do património arqueológico da região, desde a pré-história até ao período romano.

Fonte: Portugal Património; Álvaro Almeida e Duarte Belo

ClusterShot

sexta-feira, agosto 13, 2010

Igreja do Convento da Granja (2)


Igreja do Convento da Granja (2)
Originally uploaded by VRfoto.

BOTICAS (Portugal): Igreja do Convento da Granja.
O convento da Granja foi construído no séc. XVIII com capela anexa dedicada a Santa Bárbara. Desde 1898 até 1908 funcionou aqui um colégio de meninas, a cargo das irmãs Doroteias vindas de Beça.
Actualmente, este convento encontra-se num estado lastimável, completamente ao abandono e ignorado pelas entidades oficiais.

ClusterShot

Igreja do Convento da Granja (1)


Igreja do Convento da Granja (1)
Originally uploaded by VRfoto.

BOTICAS (Portugal): Igreja do Convento da Granja.
O convento da Granja foi construído no séc. XVIII com capela anexa dedicada a Santa Bárbara. Desde 1898 até 1908 funcionou aqui um colégio de meninas, a cargo das irmãs Doroteias vindas de Beça.
Actualmente, este convento encontra-se num estado lastimável, completamente ao abandono e ignorado pelas entidades oficiais.

ClusterShot

quinta-feira, agosto 12, 2010

Igreja do Convento da Granja


Igreja do Convento da Granja
Originally uploaded by VRfoto.

BOTICAS (Portugal): Igreja do Convento da Granja.
O convento da Granja foi construído no séc. XVIII com capela anexa dedicada a Santa Bárbara. Desde 1898 até 1908 funcionou aqui um colégio de meninas, a cargo das irmãs Doroteias vindas de Beça.
Tirei estas imagens há um ano atrás. Imagino como estará agora, após este Inverno tão rigoroso…
O estado a que este convento chegou é indescritível. O que mais me surpreendeu é que este conjunto (Convento do séc. XVIII) não tem qualquer protecção, nem, pelo menos, como “Conjunto de Interesse Municipal”, não está sequer referenciado no IGESPAR …
Na altura, tentei contactar o IPPAR (actual IGESPAR). Enviei um email com as fotografias e um relato circunstancial do que vi. A resposta foi um convite ao tradicional ‘jogo do empurra’. Mandaram-me enviar o material para a Delegação do Norte, como se, num segundo, não pudessem reencaminhar o email para onde fosse conveniente.
Enfim, mais vale deixar desaparecer o património, do que quebrar cómodas rotinas…

Detalhe do convento da Granja


Detalhe do convento da Granja
Originally uploaded by VRfoto.

BOTICAS (Portugal): Detalhe do Convento da Granja.

ClusterShot

quarta-feira, agosto 11, 2010

Open doors...


Open doors...
Originally uploaded by VRfoto.

ClusterShot

Ruínas do claustro do Convento da Granja


Ruínas do claustro do Convento da Granja
Originally uploaded by VRfoto.

BOTICAS (Portugal): Claustro do convento da Granja.

ClusterShot

Claustro do convento da Granja (b/w)


Claustro do convento da Granja (b/w)
Originally uploaded by VRfoto.

BOTICAS (Portugal): Claustro do convento da Granja.
Convento construído no séc. XVIII com capela anexa dedicada a Santa Bárbara. Desde 1898 até 1908 funcionou aqui um colégio de meninas, a cargo das irmãs Doroteias vindas de Beça.
Actualmente, este convento encontra-se num estado lastimável, completamente ao abandono e ignorado pelas entidades oficiais.

ClusterShot

terça-feira, agosto 10, 2010

Claustro do convento da Granja


Claustro do convento da Granja
Originally uploaded by VRfoto.

BOTICAS (Portugal): Claustro do convento da Granja.
Convento construído no séc. XVIII com capela anexa dedicada a Santa Bárbara. Desde 1898 até 1908 funcionou aqui um colégio de meninas, a cargo das irmãs Doroteias vindas de Beça.
Actualmente, este convento encontra-se num estado lastimável, completamente ao abandono e ignorado pelas entidades oficiais.

ClusterShot

Convento da Granja


Convento da Granja
Originally uploaded by VRfoto.

BOTICAS (Portugal): Convento da Granja.
Convento com capela anexa dedicada a Santa Bárbara. Desde 1898 até 1908 funcionou aqui um colégio de meninas, a cargo das irmãs Doroteias vindas de Beça.
Actualmente, este convento encontra-se num estado lastimável, completamente ao abandono e ignorado pelas entidades oficiais.

ClusterShot

Rua do Cabo


Rua do Cabo
Originally uploaded by VRfoto.

BOTICAS (Portugal): Rua do Cabo.

ClusterShot