Inquérito

Crie seu próprio questionário de feedback de usuário

sábado, junho 30, 2007


2007_0403Sintra_Cabo_Roca_bw
Originally uploaded by VR2006.

SINTRA (Portugal): Cabo da Roca.

domingo, junho 24, 2007


2007_0403Sintra_Q_reg_12
Originally uploaded by VR2006.

SINTRA (Portugal): Quinta da Regaleira.
Capela da Santíssima Trindade.


2007_0403Sintra_Q_reg_13
Originally uploaded by VR2006.

SINTRA (Portugal): Quinta da Regaleira.
Capela da Santíssima Trindade.

sexta-feira, junho 22, 2007


2007_0403Sintra_Q_reg_poco03
Originally uploaded by VR2006.

SINTRA (Portugal): Quinta da Regaleira.
Poço iniciático (initiation well) - O poço diz-se iniciático porque se acredita que era usado em rituais de iniciação à maçonaria e a explicação do simbolismo dos mesmos nove patamares diz-se que poderá ser encontrado na obra Conceito Rosacruz do Cosmos.

(Wikipédia)


2007_0403Sintra_Q_reg_poco03bw
Originally uploaded by VR2006.

SINTRA (Portugal): Quinta da Regaleira.
Poço iniciático (initiation well) - O poço diz-se iniciático porque se acredita que era usado em rituais de iniciação à maçonaria e a explicação do simbolismo dos mesmos nove patamares diz-se que poderá ser encontrado na obra Conceito Rosacruz do Cosmos.

(Wikipédia)

quinta-feira, junho 21, 2007


2007_0403Sintra_Q_reg_poco02bw
Originally uploaded by VR2006.

SINTRA (Portugal): Quinta da Regaleira.
Poço iniciático - O poço diz-se iniciático porque se acredita que era usado em rituais de iniciação à maçonaria e a explicação do simbolismo dos mesmos nove patamares diz-se que poderá ser encontrado na obra Conceito Rosacruz do Cosmos.


2007_0403Sintra_Q_reg_poco01
Originally uploaded by VR2006.

SINTRA (Portugal): Quinta da Regaleira.
Poço iniciático - O poço diz-se iniciático porque se acredita que era usado em rituais de iniciação à maçonaria e a explicação do simbolismo dos mesmos nove patamares diz-se que poderá ser encontrado na obra Conceito Rosacruz do Cosmos.

(Wikipédia)

quarta-feira, junho 20, 2007

2007_0403Sintra_Q_reg_poco_imp_01


2007_0403Sintra_Q_reg_poco_imp_01
Originally uploaded by VR2006.

SINTRA (Portugal): Quinta da Regaleira. Poço imperfeito.


2007_0403Sintra_Q_reg_Inside_cave
Originally uploaded by VR2006.

SINTRA (Portugal): Quinta da Regaleira. Gruta.

[...]Nem já me vejo ao sol saudado erguida,
Ou, em êxtase mágico perdida,
Ao luar, à boca da caverna funda [...]

Fernando Pessoa, "O Último Sortilégio"

sábado, junho 16, 2007


2007_0403Sintra_Q_reg_03
Originally uploaded by VR2006.

SINTRA (Portugal): Quinta da Regaleira.
Situada em pleno Centro Histórico de Sintra, classificado Património Mundial pela UNESCO, a Quinta da Regaleira é um lugar com espírito próprio. Edificado nos primórdios do Século XX, ao sabor do ideário romântico, este fascinante conjunto de construções, nascendo abruptadamente no meio da floresta luxuriante, é o resultado da concretização dos sonhos mito-mágicos do seu proprietário, António Augusto Carvalho Monteiro (1848-1920), aliados ao talento do arquitecto-cenógrafo italiano Luigi Manini (1848-1936).

www.cm-sintra.pt/


2007_0403Sintra_Q_reg_01
Originally uploaded by VR2006.

SINTRA (Portugal): Quinta da Regaleira.
Situada em pleno Centro Histórico de Sintra, classificado Património Mundial pela UNESCO, a Quinta da Regaleira é um lugar com espírito próprio. Edificado nos primórdios do Século XX, ao sabor do ideário romântico, este fascinante conjunto de construções, nascendo abruptadamente no meio da floresta luxuriante, é o resultado da concretização dos sonhos mito-mágicos do seu proprietário, António Augusto Carvalho Monteiro (1848-1920), aliados ao talento do arquitecto-cenógrafo italiano Luigi Manini (1848-1936).

www.cm-sintra.pt/

sexta-feira, junho 15, 2007


2007_0403Sintra_pena13_bw
Originally uploaded by VR2006.

SINTRA (Portugal): Vista do alto do Palácio Nacional da Pena.


2007_0403Sintra_pena13
Originally uploaded by VR2006.

SINTRA (Portugal): Vista do alto do Palácio Nacional da Pena.

quinta-feira, junho 14, 2007


2007_0403Sintra_pena12
Originally uploaded by VR2006.

SINTRA (Portugal): Vista do alto do Palácio Nacional da Pena.


2007_0403Sintra_pena_vista02
Originally uploaded by VR2006.

SINTRA (Portugal): Vista do alto do Palácio Nacional da Pena.


2007_0403Sintra_pena_vista01
Originally uploaded by VR2006.

SINTRA (Portugal): Vista do alto do Palácio Nacional da Pena.

terça-feira, junho 12, 2007

segunda-feira, junho 11, 2007


2007_0403Sintra_pena11
Originally uploaded by VR2006.

SINTRA (Portugal): Palácio Nacional da Pena. A adaptação da janela do Convento de Cristo em Tomar, do lado do Pátio dos Arcos e a notável figura do Tritão, simbolizando, segundo alguns autores, a alegoria da Criação do Mundo, são pormenores fundamentais na interpretação deste Palácio.


2007_0403Sintra_pena10
Originally uploaded by VR2006.

SINTRA (Portugal): Palácio Nacional da Pena. A adaptação da janela do Convento de Cristo em Tomar, do lado do Pátio dos Arcos e a notável figura do Tritão, simbolizando, segundo alguns autores, a alegoria da Criação do Mundo, são pormenores fundamentais na interpretação deste Palácio.

domingo, junho 10, 2007


2007_0403Sintra_pena09
Originally uploaded by VR2006.

SINTRA (Portugal): Palácio Nacional da Pena.


2007_0403Sintra_pena08
Originally uploaded by VR2006.

SINTRA (Portugal): Palácio Nacional da Pena. O Palácio, em si, é um edifício ecléctico onde a profusão de estilos e o movimento dos volumes são uma invulgar e excepcional lição de arquitectura. Quase todo o Palácio assenta em enormes rochedos, e a mistura de estilos que ostenta (neo-gótico, neo-manuelino, neo-islâmico, neo-renascentista, etc.) é verdadeiramente intencional, na medida em que a mentalidade romântica do séc. XIX dedicava um invulgar fascínio ao exotismo.

sábado, junho 09, 2007


2007_0403Sintra_pena06
Originally uploaded by VR2006.

SINTRA (Portugal): Palácio Nacional da Pena. Constitui uma das expressões máximas do Romantismo aplicado ao património edificado no séc. XIX em Portugal. Este extraordinário Monumento Nacional deve-se inteiramente à iniciativa de D. Fernando de Saxe Coburgo-Gotha, que casou com a Rainha D. Maria II, em 1836.


2007_0403Sintra_pena06_sp
Originally uploaded by VR2006.

SINTRA (Portugal): Palácio Nacional da Pena. Constitui uma das expressões máximas do Romantismo aplicado ao património edificado no séc. XIX em Portugal. Este extraordinário Monumento Nacional deve-se inteiramente à iniciativa de D. Fernando de Saxe Coburgo-Gotha, que casou com a Rainha D. Maria II, em 1836.

sexta-feira, junho 08, 2007


2007_0403Sintra_pena05_sp
Originally uploaded by VR2006.

SINTRA (Portugal): Palácio Nacional da Pena. Constitui uma das expressões máximas do Romantismo aplicado ao património edificado no séc. XIX em Portugal. Este extraordinário Monumento Nacional deve-se inteiramente à iniciativa de D. Fernando de Saxe Coburgo-Gotha, que casou com a Rainha D. Maria II, em 1836.


2007_0403Sintra_pena05
Originally uploaded by VR2006.

SINTRA (Portugal): Palácio Nacional da Pena. Constitui uma das expressões máximas do Romantismo aplicado ao património edificado no séc. XIX em Portugal. Este extraordinário Monumento Nacional deve-se inteiramente à iniciativa de D. Fernando de Saxe Coburgo-Gotha, que casou com a Rainha D. Maria II, em 1836.